Posts

Doenças Provocadas pelo Álcool

 

Quando existe um consumo excessivo de álcool, algumas consequências são imediatas como perda da coordenação das pernas para andar, falha de memória e fala lentificada, por exmeplo. Porém, o consumo prolongado de bebidas alcoólicas pode afetar praticamente todos os órgãos do organismo, provocando desde gastrite, pancreatite, hepatite, impotência, infertilidade e até cirrose hepática, que podem levar à morte.

Leia mais

Uma possível razão por traz do problema das drogas

As pessoas têm usado drogas desde o tempo em que tentam aliviar a dor e fugir aos problemas. Contudo, desde os princípios dos anos 60, as drogas têm sido de uso muito comum. Antes desta altura eram muito raras. As drogas espalharam-se mundialmente durante esta década, e uma larga percentagem de pessoas tornou-se consumidora de drogas. Leia mais

O hipocondríaco- considerações de Frei Beto

Em tempo de remédios falsificados e laboratórios incompetentes, vale lembrar deste consumidor compulsivo que faz da bula Bíblia: o hipocondríaco. Ele padece do mal de ter mania de doenças e adora tomar remédios. Ao passar à porta da farmácia não resiste e pergunta: “O que tem de novidade?” Leia mais

12 sintomas perigosos nas crianças que você jamais deve ignorar

Quando a criança adoece sempre fica a dúvida, devo levar ao médico ou devo aguardar para verificar como este quadro evolui? Conheça alguns motivos para não perder tempo e procurar a emergência médica.

Na verdade, ao primeiro sinal de que algo está diferente do normal, já temos o desejo de levar ao especialista e de alguma forma livrá-los daquele sofrimento, no entanto, muitas vezes quando são acometidos de alguma enfermidade nem sempre é possível detectar nos primeiros momentos, alguns dias de espera comumente são necessários para detectar realmente a doença. Leia mais

Se não quiser adoecer fale de seus sentimentos

Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna. Com o tempo, a repressão dos sentimentos, a mágoa, a tristeza, a decepção degenera até em câncer. Então, vamos confidenciar, desabafar, partilhar nossa intimidade, nossos desejos, nossos pecados. Leia mais

Isso que você faz todos os dias pode causar câncer

São tantas as preocupações diárias que por vezes esquecemos, ou nem nos damos conta, que muitas coisas que estão ao nosso redor podem causar grande mal para a saúde. A exposição constante a produtos químicos, por exemplo, presentes na nossa casa ou no trabalho, pode trazer um diagnóstico que ninguém gostaria de ter: o câncer.

Abaixo você pode ver uma lista de produtos usados no dia a dia e que podem contribuir para o aumento de casos de câncer. Mas, para a nossa tranquilidade, algumas atitudes práticas também são capazes de exterminar com esses problemas. É só começar e manter disciplina. Leia mais

Crianças com menos de 2 anos de idade já bebem refrigerante

Lembram-se do tempo em que as crianças tomavam leite materno até muito mais tempo que os mínimos seis meses e ainda por cima comiam a boa e velha papinha de neném, entre outros alimentos mais apropriados para os primeiros anos de vida? Pois bem, as coisas, infelizmente, mudaram. Segundo pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde, mais de 30% das crianças consomem refrigerante antes dos dois anos de idade. Leia mais

O poder da massoterapia

Um dos tratamentos para o corpo que mais podem nos ajudar a relaxar e aliviar o stress, com certeza é a massoterapia.

A massoterapia é uma terapia ancestral, com o objetivo de alcançar a cura e o resgate do bem-estar através de movimentos que se valem de toques com as mãos, os quais exercem sobre o corpo intensidade, fricções e pressões necessárias para propiciar relaxamento, alívio das tensões cotidianas, uma melhor circulação do sangue e das substâncias linfáticas, a oxigenação dos tecidos orgânicos e o resgate das energias perdidas. Leia mais

Fumar durante a gravidez: risco e consequências

Fumar durante a gestação traz sérios riscos para a saúde da mãe e do bebê. Ainda assim, nesse período muitas não abandonam o vício antes de engravidar. Abortos espontâneos, nascimentos prematuros, complicações com a placenta e episódios de hemorragia (sangramento), bebês abaixo do peso, são os casos mais frequentes em mães fumantes. Leia mais