Posts

Uso de álcool e drogas cresce entre índios

Grande parte das drogas alucinógenas são provenientes de plantas que foram descobertas, em sua maioria, por culturas primitivas, no passado, que ao sentirem os efeitos mentais das mesmas, passaram a considerá-las como “plantas divinas”, isto é, plantas que faziam com que, quem as ingerisse, recebesse mensagens dos deuses, pois elevavam o homem a uma dimensão não material, provocando alucinações. Dessa maneira, esses povos e culturas, em seus rituais, acreditavam estar em contato com forças da natureza e suas divindades. Leia mais

Prevenção às drogas, uma proposta pedagógica

As sociedades humanas passaram por transformações nos últimos cinquenta anos, principalmente nas esferas educacional, tecnológica, político-social, cultural e econômica, as quais impactaram o modo de ser e de viver das mesmas. Com isso, os modos de vida influenciam e são influenciados por novas tecnologias, mídias e pelas forças políticas e econômicas em jogo. Essas relações reforçam e estabelecem hábitos concernentes ao uso indevido de drogas, como fumar, consumir excessivamente bebidas alcoólicas e outras substâncias químicas. Leia mais

A importância da família na recuperação de dependentes

Exibido pelo canal de TV Rede Vida, o programa Vida Melhor, é exibido ao vivo, de segunda à sexta-feira, às 12h30 com a apresentadora Cláudia Tenório. Leia mais

Necessidade física e psicológica de fumar: o que fazer?

Segundo o dr. Feres Chaddad, neurologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo (CRM 89100), a resposta aos componentes do cigarro é cerebral. Isso porque, no instante em que se dá uma despretensiosa tragada, junto com a fumaça que vai da boca aos pulmões, um grupo diverso de ações se desencadeia no corpo – entre elas, a rápida sensação de bem-estar, quase um aconchego na rotina corrida da vida. Leia mais

Tem pai que é cego!

Na década de 1980, Jô Soares em seu programa “Viva o gordo” fazia, entre muitos, o personagem Tavares, pai excessivamente indulgente com seu filho e responsável pelo famoso bordão “tem pai que é cego”.

Com sua verve habitual, Jô encarnava o personagem que não via certas tendências do rebento, apesar de o comportamento do filho demonstrar o contrário do que apregoava. A frase, então, tornou-se famosa por expressar a superproteção paterna que impede o pai de ver o que realmente se passa com seus filhos. Leia mais

Os a importância dos Grupos de Apoio na luta contra as drogas

O sucesso do tratamento realizado nas Comunidades Terapêuticas tem como agente importantíssimo o trabalho dos grupos de apoio. Os grupos de apoio Amor Exigente e Alcoólicos Anônimos são programas de auto e mútua ajuda que desenvolvem preceitos para a organização da família, que são praticados por meio de Princípios Básicos e Éticos, da espiritualidade, levando as pessoas a perceberem a necessidade de mudar o rumo de suas vidas e do mundo. Leia mais

As drogas são sintomas e não causa!

Frequentemente afirma-se que as drogas estão acabando com a vida das pessoas, principalmente dos jovens. Pensando dessa forma, as drogas são causa para uma vida sem qualidade, que não vale a pena ser vivida, causa de problemas e de tristezas. Na verdade, quem tem uma
vida com qualidade, uma vida feliz, uma família equilibrada, frequência numa igreja… não precisa de drogas. Leia mais

ONU: consumo de drogas atinge 243 milhões de pessoas no mundo

Cerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos, o que corresponde a uma média de 243 milhões de pessoas, usa drogas ilícitas segundo dados divulgados pelo Relatório Mundial sobre Drogas da ONU (Organização das Nações Unidas).

O estudo indica, no entanto, que o consumo permanece estável, aumentando proporcionalmente com o crescimento da população. A divulgação do relatório foi feita em Viena (Áustria) nesta quinta-feira (26), concomitantemente com o Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito.  Leia mais

Segundo pesquisa, 28 milhões têm algum parente dependente químico 

Levantamento feito pela Unifesp mapeou os usuários em reabilitação. 8 milhões de brasileiros são dependentes de maconha, álcool ou cocaína.

Ao menos 28 milhões de pessoas no Brasil têm algum familiar que é dependente químico, de acordo com o Levantamento Nacional de Famílias dos Dependentes Químicos (Lenad Família), feito pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É a maior pesquisa mundial sobre dependentes químicos, de acordo com Ronaldo Laranjeira, um dos coordenadores do estudo. Leia mais

Como tratar alguém com dependência química?

Como tratar o adolescente com problemas relacionados ao uso de álcool ou outras drogas? Os estudos de metanálise sobre a efetividade dos diversos tratamentos psicoterápicos para adolescentes conseguiram reunir em torno de 400 tipos diferentes de terapias utilizadas para adolescentes. Além dessa diversidade de intervenções, a escolha do tratamento dependeu de fatores extrínsecos, isto é, da disponibilidade do tratamento mais adequado para o jovem (próximo ao local de sua residência e compatível com sua condição socioeconômica e com seu sistema familiar), como também de fatores intrínsecos, como a motivação do jovem e a gravidade de seu diagnóstico como um todo. O tratamento do adolescente deve levar em consideração também, o tipo da droga utilizada e a frequência do consumo. Leia mais