Posts

Desaparecimento de crianças: por que ocorre? Como evitar?

Existem fatos que ninguém quer ouvir falar, seja por ser muito cruel, seja por ser doloroso demais, até mesmo de imaginar. Esse é o caso do desaparecimento de crianças.

Apesar da baixa visibilidade do assunto, essa é uma dor que atinge muito mais famílias do que se imagina. Segundo estimativas oficiais, cerca de 40 mil crianças e adolescentes desaparecem todo ano, no Brasil. No entanto, esse número tende a ser maior, tendo em vista que muitos casos nem sempre entram nas estatísticas oficiais. O fato é que as famílias que passam por isso, ainda enfrentam muitos problemas para mobilizar os órgãos públicos para a importância da causa. Leia mais

Crianças brincam livremente cada vez menos

Porquê as nossas crianças brincam cada vez menos ao ar livre? Você sabia que é fundamental, para a formação do adulto sadio, que a criança brinque de verdade, corra, pule, caia, se suje e descubra o mundo livremente? Leia mais

Filhos perfeitos = crianças tristes

Os filhos perfeitos nem sempre sabem sorrir, nem conhecem o som da felicidade: temem cometer erros e nunca alcançam as elevadas expectativas que os seus pais têm. A sua educação não está baseada na liberdade, nem no reconhecimento, e sim na autoridade de uma voz rígida e exigente. Leia mais

O animal satisfeito dorme – Mário Sérgio Cortella

O sempre surpreendente Guimarães Rosa dizia: “o animal satisfeito dorme”. Por trás dessa aparente obviedade está um dos mais fundos alertas contra o risco de cairmos na monotonia existencial, na redundância afetiva e na indigência intelectual. O que o escritor tão bem percebeu é que a condição humana perde substância e energia vital toda vez que se sente plenamente confortável com a maneira como as coisas já estão, rendendo-se à sedução do repouso e imobilizando-se na acomodação. Leia mais

A educação não pode eliminar a curiosidade das crianças – Morin

Antropólogo, sociólogo e filósofo, Edgar Morin critica o modelo ocidental de ensino e diz que o professor tem uma missão social, por isso, segundo ele, “é preciso educar os educadores”. O pensador vai estar no encontro internacional Educação 360, promovido pelo EXTRA e pelo “Globo” nos dias 5 e 6 de setembro.

Na sua opinião, como seria o modelo ideal de educação?

A figura do professor é determinante para a consolidação de um modelo “ideal” de educação. Através da Internet, os alunos podem ter acesso a todo o tipo de conhecimento sem a presença de um professor. Então eu pergunto, o que faz necessária a presença de um professor? Leia mais

Álcool na gravidez

 

O consumo de álcool na gravidez está contraindicado, pois ao passar pela placenta, o álcool tem de ser metabolizado pelo fígado do bebê, permanecendo no seu organismo durante algum tempo e podendo causar: Leia mais

Álcool e gravidez, uma combinação perigosa

Durante a gravidez, a cerveja tem um efeito na mulher muito similar ao que teria se esta não estivesse grávida. O mesmo já não se pode dizer relativamente ao feto. De fato, as bebidas alcoólicas não são prejudiciais ao bebé, desde que ingeridas em quantidades muito pequenas e não saindo muito da gama das cervejas e vinhos. Bebidas mais fortes como aguardentes, vodkas, whiskies e outras são totalmente desaconselháveis. Não nos podemos esquecer que quando uma mulher grávida ingere bebidas com álcool, grande parte deste entra na corrente sanguínea, pelo que também rapidamente chegará ao feto através da placenta. Deste modo, se uma mulher grávida se encontra alcoolizada, obrigatoriamente o seu feto também o estará! Leia mais

Drogas: um problema nosso

O Brasil possui uma medalha de prata da qual não deve se orgulhar. Segundo relatório da ONU (Organização das Nações Unidas), o país é o segundo maior mercado das Américas, com 870 mil usuários, atrás apenas dos Estados Unidos, com cerca de seis milhões de consumidores. Estes dados foram divulgados em  2005 (ultima pesquisa feita no Brasil sobre a quantidade de usuários de entorpecentes), e de lá para cá as coisas não mudaram muito, pois segundo relatório da mesma entidade (ONU) divulgado em Junho de 2012, o número de usuários, de cocaína e crack por exemplo, vêm crescendo no Brasil. Leia mais

12 sintomas perigosos nas crianças que você jamais deve ignorar

Quando a criança adoece sempre fica a dúvida, devo levar ao médico ou devo aguardar para verificar como este quadro evolui? Conheça alguns motivos para não perder tempo e procurar a emergência médica.

Na verdade, ao primeiro sinal de que algo está diferente do normal, já temos o desejo de levar ao especialista e de alguma forma livrá-los daquele sofrimento, no entanto, muitas vezes quando são acometidos de alguma enfermidade nem sempre é possível detectar nos primeiros momentos, alguns dias de espera comumente são necessários para detectar realmente a doença. Leia mais

Quando a educação dói: mães tóxicas

O papel da mãe é quase sempre mais forte na educação dos filhos. É ela que define ovínculo de carinho e afeto com a criança que, com passar do tempo, irá sair de seus braços e seguir no mundo sabendo que tem uma mãe que a ama. Ela terá sempre a referência do amor incondicional dela, mas de forma saudável, pois amadureceu de forma inteligente. Leia mais