Posts

Consumo de drogas mata 200 mil pessoas por ano, diz ONU

Quase 200 mil pessoas morrem anualmente devido ao consumo de narcóticos ilegais, entre sobredoses e outros problemas associados, afirmou hoje, em Viena, o diretor executivo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC, sigla inglês), Yuri Fedotov. Leia mais

75% dos jovens infratores no Brasil são usuários de drogas, aponta CNJ

Dos adolescentes internados em cumprimento de medidas socioeducativas no Brasil, 75% são usuários de entorpecentes. O dado foi apresentado em um relatório divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Leia mais

Segundo pesquisa, 28 milhões têm algum parente dependente químico 

Levantamento feito pela Unifesp mapeou os usuários em reabilitação. 8 milhões de brasileiros são dependentes de maconha, álcool ou cocaína.

Ao menos 28 milhões de pessoas no Brasil têm algum familiar que é dependente químico, de acordo com o Levantamento Nacional de Famílias dos Dependentes Químicos (Lenad Família), feito pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É a maior pesquisa mundial sobre dependentes químicos, de acordo com Ronaldo Laranjeira, um dos coordenadores do estudo. Leia mais

75% dos jovens infratores no Brasil são usuários de drogas, aponta CNJ

Roubo foi causa de 36% das internações pelo país, segundo estudo.

Dos adolescentes internados em cumprimento de medidas socioeducativas no Brasil, 75% são usuários de entorpecentes. O dado foi apresentado em um relatório divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Leia mais

Artigo aponta queda na prevalência do uso de tabaco em estudantes brasileiros

A revista eletrônica Saúde Pública divulgou artigo realizado em 2015 acerca do uso de álcool e tabaco por estudantes brasileiros em duas décadas. Leia mais

Laranja: saúde em gomos para o coração, os olhos e a pele

A laranja que nós conhecemos, que compramos no mercado e nas feiras, a Citrus sinensis, é um híbrido de duas espécies que a natureza criou: a cimboa (Citrus maxima, que também é chamada pomelo) com a tangerina (Citrus reticulata) que também conhecemos como laranja-mimosa, mandarina, poncã, laranja-cravo, bergamota), clementina ou mexerica. Do cruzamento dessas duas espécies naturais, nativas da Asia, surgiu a nossa laranja comum que veio para ocidente nas naus portuguesas. Laranja é um nome que vem da denominação indu desta fruta, “narang” e, em grego, é chamada de “portocallo”, fruta que veio de Portugal, pela mão dos portugueses. Bonitos nomes para uma bela e saudável fruta. Leia mais

Repense seu guarda-roupas de forma consciente

Atualmente, as iniciativas que refletem sobre consumo consciente estão cada vez mais frequentes. Repensar a forma como nos relacionamos com as nossas roupas e acessórios, por exemplo, evita o desperdício e é sustentável. Leia mais

Ecstasy e LSD

São drogas sintéticas e provocam distorções sérias no funcionamento cerebral; o usuário sente-se um “super-homem”, incapaz de avaliar situações de perigo; ilusões, alucinações e desorientação temporo-espacial são comuns. Leia mais

As consequências da Cocaína

A cocaína é um psicotrópico, pois age no Sistema Nervoso Central, isto é, sua atuação é no cérebro e na medula espinhal, exatamente nos órgãos que comandam os pensamentos e as ações das pessoas. É uma das drogas ilegais mais consumidas no mundo.

Há dois tipos de envenenamento pela cocaína: um caracterizado pelo colapso circulatório e o outro pela intoxicação do Sistema Nervoso Central – o cérebro, que é o órgão da mente. A respiração primeiro é estimulada e depois decai. A morte advém ao colapso cardíaco. Leia mais

Pragmatismo antiético do mercado

Nas páginas iniciais do primeiro livro da Bíblia, o Gênesis, o tema da ética sobressai: no centro do Jardim do Éden havia uma árvore do bem e do mal. A árvore é o símbolo óbvio de que toda a organização da vida humana deve ser planejada em torno de princípios éticos. Nascemos para a liberdade. Se somos livres, temos sempre diante dos olhos um leque de opções. Podemos optar pela opressão ou pela libertação; pela mentira ou pela verdade; pela competitividade ou pela solidariedade. Leia mais