A Felicidade como uma Construção Diária

A história humana é sempre regida pela busca incansável, e para alguns inatingível, do ser feliz. Muitos criaram fórmulas, regras, passos alternativos para alcançar a felicidade, elemento essencial para a  plenitude da vida humana.

Bem sabemos que os homens estão debruçados sobre o labor constante, a fim de construir condições materiais que viabilizem a conquista de seus ideais, sendo um destes a felicidade. Mas, tantos são os casos em que se gasta a vida na construção de patrimônios e acaba-se por perder a saúde e até mesmo a vida, não chegando a aproveitar nada daquilo que lutou para adquirir. Leia mais

A meditação como forma de estabilidade interior

Meditar é uma técnica individual e uma experiência única. A partir de sua prática observam-se mudanças significativas na forma de encarar os problemas do dia à dia. Entretanto, tal atividade exige dedicação e foco, pois é um processo que necessita de disciplina. Leia mais

AVIPAE Prevenindo a recaída

A recaída é um processo que leva o indivíduo a retomar o uso abusivo de álcool e/ou drogas. Como processo, a recaída apresenta alguns sinalizadores que, considerados em tempo, podem ser interrompidos por habilidade e estratégias que, abordadas e executadas, fazem com que o mesmo retorne ao controle de sua recuperação e reverta tal processo.

Por se tratar de um fenômeno consideravelmente poderoso e perigoso, é necessário que o indivíduo receba instruções em grupos e reuniões para conhecer tal processo e receber treinamento para desenvolver o autocontrole. A recaída se constitui num desafio para o indivíduo, uma vez que é difícil entender e/ou identificar seus motivos. Leia mais

O Tripé Terapêutico da AVIPAE

“Ora et Labora” (Orar e Trabalhar). Regra de São Bento

O processo de tratamento da AVIPAE se estrutura em um Tripe Terapêutico, por meio do qual se desenvolve a vida na Comunidade Terapêutica sempre na busca pela recuperação/reabilitação do dependente. O período de internação é assim marcado pelo tripé: DISCIPLINA, TRABALHO E ORAÇÃO. Leia mais

Entenda o processo de ressocialização na AVIPAE

“A paz não é algo que vem de fora, mas sim algo que se cultiva e vem de dentro; cada um tem a responsabilidade de fazer a paz crescer dentro de si para que a paz se torne um movimento geral” Dalai-Lama

Após o término dos doze meses de tratamento nas Comunidades terapêuticas da AVIPAE, baseados no tripé, disciplina, trabalho e oração, o interno recebe o certificado de conclusão. Inicia assim uma nova etapa: a Ressocialização no ambiente familiar. Em casa, ele e sua família participam no Grupo de Apoio semanalmente e o dependente em recuperação volta à Comunidade Terapêutica durante um final de semana por mês (2° final de semana).  Leia mais

Crack: “Abandonei minhas duas filhas”

“Deixei de escovar os dentes e de tomar banho. Vivia apenas para fumar crack. Não conseguia nem cuidar das minhas filhas. Mandei a de 15 anos estudar no Canadá e a de 12 morar com o pai, em Porto Alegre. Leia mais

Crack: “Tentei matar meu irmão”

“Depois de uma década usando cocaína, conheci o crack em 2007, quando tinha 27 anos. Não sentia vontade de fazer mais nada a não ser usar a droga. Fumava inclusive no trabalho. Nessa época, eu morava em Itu (SP) e era técnico em uma fábrica de sucos. Consumia trinta pedras num dia. Gastava de 5 a 10 reais em cada uma. Cheguei a estourar o cheque especial em cerca de 7 000 reais. Leia mais

O que são as Comunidades Terapêuticas?

As Comunidades Terapêuticas são Instituições privadas, sem fins lucrativos e financiadas, em parte, pelo poder público. Oferecem gratuitamente acolhimento para pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de drogas. São instituições abertas, de adesão exclusivamente voluntária, voltadas a pessoas que desejam e necessitam de um espaço protegido, em ambiente residencial, para auxiliar na recuperação da dependência à droga. O tempo de acolhimento pode durar até 12 meses. Durante esse período, os residentes devem manter seu tratamento na rede de atenção psicossocial e demais serviços de saúde que se façam necessários.
Leia mais

Drogas e a Adolescência

“A sociedade ainda fecha os olhos para a perda de adolescentes para a dependência química”

O uso de drogas conduz muitos jovens à criminalidade, afirma a médica hebeatra Mônica Mulatinho. “O narcotráfico é a instituição mais poderosa que existe e é necessária uma família bem estruturada para detê-la, o que significa na prática uma família em posse de sua autoridade e que tem como veículo um canal de comunicação de amorosidade”, declara a médica. Leia mais

O papel da família no tratamento do alcoolismo

Os parentes estão envolvidos desde a adesão ao tratamento até a superação das dificuldades

A dependência alcoólica geralmente representa um impacto profundo em diversos aspectos da vida do indivíduo e também daqueles que estão ao seu redor. Antes de iniciar o tratamento, é necessária uma avaliação do paciente, procedimento que pode envolver diversos profissionais da saúde, como médicos clínicos e psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, educadores físicos, assistentes sociais e enfermeiros. Quando diagnosticado, deve contar com acompanhamento a médio e longo prazo para garantir o sucesso do mesmo, que varia conforme a progressão e gravidade da doença. Leia mais